Home
Galeria de Fotos
Carnaval
Exposul 2013
Mega Leilão 2011
Todos os Eventos
Notícias
Portal Turismo
Vídeos
Contato
[Fale Conosco]
Cine.com

NOTICIAS
06/08/2015 - Datafolha: reprovação a Dilma cresce e passa a de Collor em 1992 Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/datafolha-reprovacao-dilma-cresce-passa-de-collor-em-1992-17101506#ixzz3i328DfDc © 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.


 
Na pesquisa anterior, na terceira semana de junho, 65% dos entrevistados avaliaram o governo Dilma como ruim ou péssimo. O grupo dos que consideram o desempenho da petista ótimo ou bom variou para baixo, dentro da margem de erro de dois pontos percentuais. Em junho, 10% dos entrevistados mantinham essa opinião. Agora somam 8%. O quadro também piorou para a petista no que se refere a um eventual pedido de impeachment. Perguntados se o Congresso deveria abrir um procedimento formal de afastamento, 66% dos entrevistados disseram que sim. Na pesquisa anterior, em abril, eram 63%. Aumentou ainda o percentual dos que acreditam que a presidente será retirada do cargo. Em abril, 29% avaliavam que ela sofreria impeachment e agora esse índice passou para 38%. Outros 53% disseram que a petista será afastada e 9% não souberam opinar. Os números registrados pelo Datafolha na sondagem desta semana são os piores desde que o instituto começou a série de pesquisas em âmbito nacional, no governo Collor O atual senador pelo PTB-AL era até agora o recordista de impopularidade na série do Datafolha, com 9% de aprovação e 68% de reprovação na véspera de seu impeachment, em setembro de 1992. Dilma passa a ser assim a presidente com a pior taxa de impopularidade entre todos os eleitos diretamente desde a redemocratização. PIOR AVALIAÇÃO É NA REGIÃO CENTRO-OESTE A pior avaliação de Dilma se dá na região Centro-Oeste, onde 77% dos entrevistados avaliam o seu governo como ruim ou péssimo. No Sul e no Sudeste, esse índice é de 73%. No Nordeste, 66% fazem a pior avaliação da gestão da petista. No Norte, esse número fica em 65%. Quando os entrevistados são divididos por renda, os piores índices de Dilma estão entre os que ganham mais de dez salários mínimos. Nessa faixa, 75% consideram seus governo ruim ou péssimo. Na faixa seguinte, com renda entre cinco e dez salários mínimos, o percentual oscila para 74%. Entre o grupo com renda entre dois e cinco salários mínimos, são 73% os que avaliam mal a gestão da petista. Entre os que ganham menos de dois salários mínimos, 69% avaliam o governo como ruim ou péssimo. O levantamento foi feito entre os dias 4 e 5 de agosto com 3.358 entrevistados em 201 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para m Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/datafolha-reprovacao-dilma-cresce-passa-de-collor-em-1992-17101506#ixzz3i33NMM57 © 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Fonte: o globo

publi

 
 
Portal de Eventos MT © 2011. Todos os direitos reservados | você é o nosso visitante n°