Home
Galeria de Fotos
Carnaval
Exposul 2013
Mega Leilão 2011
Todos os Eventos
Notícias
Portal Turismo
Vídeos
Contato
[Fale Conosco]
Cine.com

NOTICIAS
07/04/2014 - Atraso nas exportações pelo Rio Madeira prejudicam produtores de MT Terminal de Porto Velho está operando com 70% da capacidade. Produtores não conseguem receber prêmio pago pelo governo federal.


 
A redução do potencial de operação do terminal de Porto Velho está prejudicando os produtores de Mato Grosso. Além da demora para escoar a produção, os agricultores estão com dificuldade de comprovar a venda e receber os benefícios do governo federal, que paga em média R$ 2,50 por saca vendida durante o leilão do prêmio equalizador de preços ao produtor rural da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A produtora rural Heloiza Zuconelli, de Deciolândia, distrito de Diamantino, no oeste de Mato Grosso, conta que não ainda não conseguiu receber o prêmio que está atrasado há cerca de dois meses. “Comercializamos 35 mil sacas em dezembro pelo leilão da Conab mas até agora não recebemos o prêmio”. A saca do grão foi vendida a uma empresa multinacional a R$ 10,50. Abaixo do preço mínimo garantido pelo governo que era de R$ 13,05 no mês da negociação. A diferença ela só vai receber quando comprovar a venda para o exterior. O terminal de Porto Velho está operando com apenas 70% da capacidade, devido a cheia do rio Madeira, em Rondônia. Neste situação, os embarques pelo porto estão atrasados. Por isso, os compradores não conseguem entregar aos agricultores a documentação que comprova a exportação do grão. Sem ela, o governo não repassa o dinheiro do prêmio pago ao produtor. No ano passado, forma escoadas mais de 6,2 milhões de toneladas de milho de Mato Grosso por meio de leilões oficiais. O governo federal investiu R$ 700 milhões para apoiar o escoamento do grão na região Centro-Oeste. A corretora em leilões da Conab, Patrícia Pasa, explica que para amenizar a situação foi prorrogado o prazo para a entrega desta documentação. “Alguns leilões que tinham prazo para finalizar em maio e junho, a Conab divulgou a prorrogação por mais 30 dias. Esperamos que seja suficiente para que os problemas sejam resolvido e o produtor consiga efetivar a negociação”.
Fonte: G1

publi

 
 
Portal de Eventos MT © 2011. Todos os direitos reservados | você é o nosso visitante n°