Home
Galeria de Fotos
Carnaval
Exposul 2013
Mega Leilão 2011
Todos os Eventos
Notícias
Portal Turismo
Vídeos
Contato
[Fale Conosco]
Cine.com

NOTICIAS
27/03/2014 - Lei dos caminhoneiros influencia alta no preço do frete em Mato Grosso Empresários de MT pedem adequação na medida. Setor quer que o governo seja responsável pelos pontos de parada.


 
Após a aprovação da lei que regulamenta a jornada de trabalho dos caminhoneiros, o frete teve aumento de 30% em Mato Grosso. Há dois anos regulamentada, a medida, de número 12.619, trouxe mudanças positivas para o setor. No entanto, empresários do segmento pedem a construção dos pontos de parada, que servem como descanso para os motoristas. O presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de Mato Grosso (Sindmat), Eleus Vieira de Amorim, explica que a inexistência dos pontos de paradas eleva o custo para os donos das transportadoras, o que acaba impactando no preço do frete. Por outro lado, reduziu o passivo trabalhista das empresas.Conforme ele, enquanto não existir a construção dos pontos de paradas, os caminhoneiros são obrigados a usar os postos de combústíveis para o descanso. "O que tem acontecido é que os donos de postos estão investindo nos postos e cobrando de R$ 30 a R$ 100 por veículo para o caminhoneiro passar a noite". O representante do setor ressalta que há uma tentativa dederrubar o veto que a presidente Dilma Rousseff colocou na lei que obrigava o governo a estipular os pontos de parada. "A bancada de Mato Grosso está trabalhando para que a medida seja reativada determinando que o governo invista nos pontos de parada". Sobre o preço do frete, Amorim revela que, além da alta influenciada pela nova lei, há um acréscimo de 15% no pico da safra. "A lei modificou bastante o cenário, normatizando o setor que era penalizado por não ter regras e leis para o transporte rodoviário mas precisa ser aperfeiçoada".
Fonte: G1

publi

 
 
Portal de Eventos MT © 2011. Todos os direitos reservados | você é o nosso visitante n°