Home
Galeria de Fotos
Carnaval
Exposul 2013
Mega Leilão 2011
Todos os Eventos
Notícias
Portal Turismo
Vídeos
Contato
[Fale Conosco]
Cine.com

NOTICIAS
12/03/2014 - Sem água, moradores bloqueiam avenida e queimam pneus em Cuiabá Moradores de dois bairros reclamam que estão sem água há 10 dias. Eles montaram duas barricadas em avenida e impediram o trânsito.


 
Moradores dos bairros Jardim Vitória e Novo Paraíso 2, em Cuiabá, bloquearam a Avenida José Torquarto da Silva que divide os dois bairros nesta quarta-feira (12), em protesto contra a falta d'água. Eles alegam que há 10 dias não chega água nas casas, mas que continuam pagando a tarifa pelo serviço de abastecimento. Cerca de 30 pessoas participação da manifestação, que começou por volta de 7h [horário de Mato Grosso].Ao G1 a CAB, concessionária dos serviços de água e esgoto na capital, informou, por meio de nota que, "para melhorar o fornecimento de água no bairro, que carece de infraestrutura desde sua criação, iniciou em janeiro deste ano o programa de padronização que consiste em várias etapas, entre elas a implantação de rede e ramais, manutenção ou substituição de redes danificadas, retirada de vazamentos e instalação de hidrômetros para aferir com precisão a quantidade consumida, melhorias no sistema de reservação que atende a área e um trabalho de conscientização sobre o uso da água, sendo esta a última etapa do programa". Quanto ao Bairro Novo Paraíso 2, informou que ele será o próximo a receber o programa da padronização do abastecimento, no mês de abril. Alegou ainda que está abastecendo com caminhões pipa. Os manifestantes montaram duas barricadas e atearam fogo nos pneus. Os veículos estão impedidos de passar pelo local. Em algumas ruas paralelas a essa avenida, eles jogaram entulhos para impedir o tráfego. "A gente paga caro e não tem água", reclamou Clarissa Aparecida da Silva, moradora do Bairro Jardim Vitória. Ela contou que os moradores procuraram a prefeitura da capital para tentar resolver o problema, mas que a alternativa apresentada foi a compra de um caminhão-pipa, no valor de R$ 200. A proposta foi recusada pelos moradores, que decidiram protestar. Não há previsão de liberação da avenida.
Fonte: G1

publi

 
 
Portal de Eventos MT © 2011. Todos os direitos reservados | você é o nosso visitante n°